Gerais

20/03/2020 Meio século de sucesso - quais fatores ainda levam as pessoas serem fãs de reality shows

.

Sucesso desde os anos 70, os programas de televisão baseados na vida real, conhecidos como reality shows continuam agradando e muito o público de todo o mundo. O modelo de programa surgiu nos Estados Unidos, com o An american Family, que mostrava o dia a dia de uma típica família americana composta por cinco filhos e que estava disposta a compartilhar o ambiente familiar com os telespectadores.

Diante de tamanho sucesso, o universo dos reality se tornou infinito. Competições musicais, busca do amor, programas de confinamento, o limite da sobrevivência em selvas, o cotidiano das celebridades, como o  Keeping up with the Kardashians, e os desafios para se tornar um chef de cozinha.

Meio século depois do primeiro programa, esse modelo ainda continua encantando os telespectadores, mas o que justifica esse fascínio? A identificação! O público se vê representado em um programa que mostra pessoas reais em situações inusitadas, onde os participantes acabam mostrando suas vulnerabilidades, fazendo com que o expectador se identifique com ele ou não. E daí vem a torcida!

Assistimos encantados os participantes fazendo as coisas comuns do dia a dia, como lavar louça ou a roupa, se alimentar, tomar banho e conversar, por exemplo. E assistir a isso produz uma sensação de prazer e curiosidade sobre a vida alheia que acaba envolvendo o público que passa a se colocar na posição dos jogadores e questionar o qual seria sua reação em determinadas situações.

A ausência de roteiro, deixa o expectador mais próximo dos confinados. O sentimento de realidade e identificação faz com que as pessoas se envolvam cada vez mais com os programas mantendo o sucesso extraordinário. As câmeras são responsáveis por diversas quebras de tabus, levantando assuntos polêmicos para as rodas de amigos e familiares.

No Brasil, o Big Brother é, sem sombra de dúvidas, nesse formato, a atração mais bem sucedida. O programa teve início em 2002 sob o comando do jornalista e apresentador Pedro Bial, e hoje é comandada pelo também jornalista e apresentador Tiago Leifert.

Com o programa, o telespectador brasileiro chora, sorri, lamenta, reclama, agradece, liga, enfim, se sente dentro do jogo. E essa mistura de sentimentos faz com que as pessoas fiquem presas durante meses, mantendo sua audiência e garantindo mais e mais edições. De acordo com o infográfico produzido pelo time do site de caça níquel online, Betway Cassino, que levou em conta pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos, com milhares de pessoas de todas as regiões do Brasil, diferentes idades e classes sociais, as mulheres são maioria entre os telespectadores, sendo 61% do público. De acordo com idade, crianças e adolescentes são os que mais consomem esse tipo de programa e pela classe social, quem mais assiste aos reality shows são aqueles que compõem a classe C. As cinco cidades que mais assistem a a esse tipo de atração são: 1º - Distrito Federal; 2º Salvador; 3º São Paulo; 4º Recife e em 5º lugar Fortaleza. Confira na imagem.

 

 

 

  

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus