Gerais

06/11/2019 Sevor completa 19 anos com mais de 24 mil vítimas resgatadas

O Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) completou nesta segunda-feira, 4 de novembro, 19 anos. Mas os voluntários entendem que mais importante que a data em si, é na verdade o quanto esse tempo representa em quantidade de vítimas salvas, 100% voluntariamente. E olha que não foram poucas. Conforme levantamento, que é fechado anualmente, já são mais de 24 mil pessoas resgatadas pelo Sevor.

Além do número impressionante de resgates, outro fator que garante o sucesso e profissionalismo do trabalho prestado são as horas dedicadas pelos voluntários. São contabilizadas até então 166.536 horas de um trabalho ininterrupto, com único objetivo de salvar vidas.

O Sevor surgiu de uma necessidade de atendimento de resgate de vítimas de trauma, em especial devido à BR-381, e a ausência de cobertura pelo Estado. Hoje a equipe é composta por quase 100 voluntários, que prestam atendimento somente após rígido controle interno de qualificação. Não por acaso, o Sevor é um dos poucos grupos voluntários que possui dois médicos regulamentadores. Assim, todos os procedimentos que envolvem resgate e acompanhamento na ambulância têm o aval destes profissionais. Importante destacar que além de traumas, a equipe atende ainda chamados clínicos.

Infraestrutura digna de trabalho heróico
Aqueles que conhecem a sede do Sevor se encantam com o espaço. E a história é de duras batalhas para se chegar a essa vitória. Os voluntários passaram por três diferentes espaços até terem a própria sede, que ainda não está finalizada. É preciso ainda a construção da cobertura da laje e a implantação de um Centro de Treinamento, em lote anexo. Essas são as prioridades dos voluntários.

O espaço hoje comporta as oito unidades de resgate do Sevor, bem como a unidade de autosalvamento e o carro administrativo. Além disso, ainda no térreo há os vestiários masculino e feminino, a sala de expurgo, copa, sala de operação e um espaço de confraternização com televisão.

O andar de cima tem dois dormitórios, usados pelos voluntários em plantão. Mas se necessário não é negado abrigo a familiares de vítimas que não tenham onde ficar, caso corriqueiro quando há acidentes na BR-381. O auditório é usado para constante treinamento e aperfeiçoamento da equipe. O Sevor conta ainda com banheiros com acessibilidade, sala da Diretoria e cozinha comunitária.

Núcleo de Educação em Urgência
Como já afirmados, a capacitação dos voluntários é constante. Prova disso é o Núcleo de Educação em Urgência (NEU). Ao todo, 77 voluntários recebem a capacitação por meio do núcleo. As aulas, de diferentes assuntos, serão finalizadas em dois anos. As aulas fazem parte do Curso de Qualificação e Educação Continuada no Atendimento a Urgências e Emergências Hospitalares. Os voluntários passarão por provas teóricas e práticas, tendo que alcançar 70% de aproveitamento e ter 75% de frequência. A ação é desenvolvida em parceria com a Associação Médica de João Monlevade e Prefeitura.

Culto celebra aniversário
Como reconhecimento ao trabalho do Sevor, a Igreja Metodista, em João Monlevade, fez um culto com benção especial aos voluntários. Com a presença de familiares e amigos, além dos membros da própria igreja, os voluntários puderam ouvir testemunhos de agradecimento pelos 19 anos da entidade, e o reconhecimento dos presentes pelo valoroso trabalho.
  

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus