Opinião

14/06/2019 Afronta a moralidade

O reajuste salarial dos servidores municipais de João Monlevade ganhou mais um capítulo. O Sintramon recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho para tentar uma mediação e mudar a decisão da Prefeitura em não conceder reajuste aos trabalhadores no ano de 2019. E em tempos de crise os gastos com cargos comissionados ganham destaque. Na última quarta-feira (12), a presidente do Sintramon, Isaura Bicalho, usou a tribuna popular da Câmara para expor os dados de um estudo realizado pelo sindicato, que aponta gastos elevados com servidores comissionados. Isaura também criticou a postura da prefeita Simone e a acusou de fazer politicagem com o dinheiro que poderia ser empregado no reajuste dos servidores municipais. Caso comprovada essas acusações, o fato não é de espantar nenhum brasileiro, uma vez que o uso do dinheiro público para favorecer a si mesmo ou a alguns não é novidade em nossa política, porém configura uma afronta a moralidade.
  

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus