Gerais

14/06/2019 Dia Mundial do Doador de Sangue: ato pode salvar vidas. Saiba como doar!

Nesta sexta-feira, 14 de junho, é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data lembra a importância desse ato para salvar vidas, afinal, o sangue possui componentes responsáveis pelo transporte de oxigênio para os órgãos do nosso corpo, além das células de defesa e que promovem a coagulação do próprio sangue.

Dessa forma, a doação é um exercício essencial para o tratamento pacientes com os mais diversos quadros clínicos, pois, quando necessário, não há outro produto que substitua o sangue. Por isso, nesta data, o Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) reforça o convite a todos itabiranos e moradores da nossa região para que também sejam doadores.

Atualmente, Itabira não conta com um centro especializado nesse tipo de doação. Mas o HNSD, por meio da sua Agência Transfusional, disponibiliza aos interessados lanche e transporte de ida e volta para o posto de coleta Júlia Kubitscheck, da Hemominas, em Belo Horizonte.

Para isso, é necessário se cadastrar na Agência Transfusional do HNSD pelo telefone (31) 3839-1455. Em 2019, o transporte para doações de sangue acontece conforme o calendário abaixo:

Mês            Dia
Junho         Sexta-feira, 28
Julho          Sexta-feira, 26
Agosto       Sexta-feira, 30
Setembro   Sexta-feira, 27
Outubro     Sexta-feira, 25
Novembro Sexta-feira, 29
Dezembro Sexta-feira, 20

Requisitos básicos para doação de sangue:

• portar documento oficial de identidade com foto (Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho, Certificado de Reservista ou Carteira do Conselho Profissional);

• ter e estar em boa saúde;

• não ter tido hepatite após os 11 anos de idade;

• ter entre 16 e 69 anos. Jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e/ou responsáveis legais;

• pesar no mínimo 50 Kg;

• não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3h que antecedem a doação;

• dormir bem na noite anterior à doação;

• não ter passado por situação de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis;

• não ter tido gripe, resfriados ou diarreia nos últimos 7 dias;

• não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• não usar drogas;

• não apresentar ferimento ainda não cicatrizado;

• não estar grávida ou em período de amamentação;

• não ter sido submetido a exame de endoscopia nos últimos 6 meses;

• não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 12 meses;

• não ter feito tratamento dentário nos últimos 30 dias (conforme o caso).

Outras condições que também poderão impedir a doação de sangue serão avaliadas na triagem, durante o cadastro ou em consulta clínica realizada pelo médico na Hemominas. Você pode consultá-las no site www.hemominas.mg.gov.br.

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus