Viagem & Gastronomia

16/09/2018 Sítio Arqueológico Pedra Pintada - um pedacinho da pré-história em Barão de Cocais

Na Vila Colonial de Cocais, distrito de Barão de Cocais (MG), região que faz parte do conjunto montanhoso da cadeia do Espinhaço, encontramos uma maravilha ainda pouco conhecida, o Sítio Arqueológico Pedra Pintada. O local que fica em uma propriedade particular, reserva aos visitantes uma viagem ao passado distante, é um retorno de pelo menos 7.000 anos.

Em meados de 1840, o paleontólogo dinamarquês Peter Lund (considerado o pai da Paleontologia e da arqueologia no Brasil), identificou a importância das gravuras. Hoje o sítio é reconhecido pela UNESCO por sua importância ambiental e cultural, e recentemente foi objeto de estudo de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, em conjunto com o CNPQ.

Diversos povos, de épocas distintas e diferentes tradições culturais, frequentaram o local e fizeram nele suas inscrições, sobrepondo-as uma sobre as outras, cada qual com seu estilo e características próprias. Segundo arqueólogos, as pinturas não são apenas decorativas, mas uma manifestação de rituais mágicos relacionados a natureza e a caça.

São dois paredões onde estão 122 pinturas rupestres feitas com pigmentos minerais em vermelho, amarelo, ocre, negro, branco e alaranjado, divididas em três painéis, onde podem ser observados animais, principalmente macacos e veados, peixes, aves, aracnídeos, armas com lanças e pontas de flechas, cenas de caça e rituais e até o registro de um parto. Os desenhos foram executados com as mãos ou através de pinceis. 

Apesar da importância já reconhecida, o Sítio não recebe recurso governamental para sua manutenção e conservação, ficando a cargo dos donos da propriedade a preservação. Para manter o lugar é cobrado dos visitantes uma pequena taxa. (em 8/10/2018, R$ 10).

Algumas dicas e informações:

Chegar até o Sítio é relativamente fácil. Já na Vila Colonial de Cocais é só pegar o acesso ao lado da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário e seguir por aproximadamente 3,5 km. O local está bem sinalizado, há uma placa e um marco da Estrada Real bem no comecinho. Se você não está acostumado a caminhar ou pedalar a melhor opção é seguir de carro, o trajeto é por uma estrada não pavimentada e com algumas subidas bastante íngremes. 

Depois que você chegar na sede do sítio, a caminhada até as pinturas rupestres é bem curtinha, não dá 5 minutos. 

Não é permitido acampar, fazer fogueira ou se alimentar próximo aos paredões.

Há abelhas em um dos paredões, mas seguindo as recomendações dos guias não há risco de ataques.

Horário de funcionamento: de 9h às 16h

Telefone para agendamento: (31) 99 718-2923 / 99998-9419

E-mail: sitiopedrapintada@yahoo.com.br; 

Não confunda o Sítio Arqueológico Pedra Pintada de Cocais, com o Pedra Pintada, em Pocaraina, Roraima. 

*A editoria Viagem e Gastronomia ganhou um perfil no Instagram, o @logoali.ig, para divulgar dicas de viagem, maravilhas culinárias e belas imagens. Para nos seguir basta acessar este link ou, se preferir, adicionar o usuário @logoali.ig diretamente na opção correspondente no aplicativo.Use a #eunologoali em suas fotos e compartilhe conosco seus registros. As fotos mais incríveis aparecerão no nosso feed.

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus