Viagem & Gastronomia

13/03/2018 Semana Santa: Ouro Preto te convida para participar da construção dos tapetes de serragem

Um dos momentos mais lindos do ano une moradores e turistas em torno da tradição dos tapetes de serragem

Foto: Leo Homssi
Foto: Leo Homssi

Cronistas do século XVIII e viajantes do século XIX registram, em suas páginas, a magnificência das festas religiosas em Ouro Preto. É da época do auge da extração do ouro na cidade o esplendor das festas religiosas, com cortejos solenes e suntuosos. Flores e folhagens preparavam o chão em que imagens sacras e o Santíssimo Sacramento passaria. A tradição se mantém durante a Semana Santa, em que se pode ver Ouro Preto em pleno estado de graça, celebrando com dramaticidade barroca, arte e criatividade o principal feriado religioso do Brasil.

Qualquer pessoa pode participar e fazer tapetes de serragem. Basta estar em Ouro Preto no dia 31 de março e se dirigir às ruas do trajeto da procissão. Em geral, os moradores das casas confeccionam os tapetes em frente às ruas residências. Por outro lado, áreas comerciais e que não possuem residência costumam ser apropriadas por visitantes, que colocam as mãos na serragem e colorem com muita criatividade as ruas. Quanto mais pessoas envolvidas na confecção, mais os tapetes ficam belos para a Procissão da Ressurreição. Toda colaboração é bem vinda.

Foto: Leo Homssi
Foto: Leo Homssi

A Paróquia do Pilar, que organiza a Semana Santa de 2018, pede que os moradores e comerciantes enfeitem as casas e janelas no trajeto das procissões. Como todos os anos, esta ação da comunidade faz a celebração ficar ainda mais bonita. Toalhas coloridas e flores são sempre colocadas nas janelas. As toalhas vermelhas ou roxas são para os dias mais solenes, sendo substituídas por tecidos brancos ou coloridos para o Domingo da Ressurreição. Outro pedido é que as casas, no trajeto, mantenham acesas as luzes da fachada, para que moradores e visitantes tenham iluminação adequada para a confecção dos tapetes.

Leia também: Um passeio pelas belezas e sabores de Ouro Preto

Programação cultural
Durante a Semana Santa, Ouro Preto conta com programação cultural diversificada, voltada para moradores e turistas.

Com viagens de quarta a domingo, o Trem da Vale faz o percurso ligando Ouro Preto a Mariana em dois horários por dia. No Sábado Santo (31/03), o trem noturno volta a circular entre as duas cidades, com atrações diferenciadas nos vagões. Mais informações: (31) 3551-7705.

O produtor cultural Rodrigo Câmara oferece uma oficina de tapetes de serragem no Largo do Rosário. Será realizada no dia 31 de março, com o objetivo de auxiliar no processo de confecção de tapetes para quem nunca participou desse momento ou para quem quer ter ideias para colocar a mão na massa durante a noite.

O fotógrafo Eduardo Tropia ministra seu workshop de fotografia Um Olhar nos dias 30 e 31 de março e 1º de abril. O foco é a Semana Santa e suas belas celebrações. Mais informações: cursoeduardotropia@gmail.com.

A Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP) é responsável por fazer os tapetes nas igrejas de origem e de destino da Procissão da Ressurreição. Durante a noite, grupos de seresta percorrem o trajeto, animando os turistas e moradores que se dedicam aos tapetes.

Origens dos tapetes

Foto: Leo Homssi
Foto: Leo Homssi

A capela original da Matriz do Pilar foi demolida em 1724 para a construção da atual igreja. Enquanto isso, o Santíssimo Sacramento foi levado para a Capela do Rosário dos Pretos, atual Igreja de Nossa Senhora do Rosário, para que as missas e demais celebrações pudessem ser realizadas. Em 1733, quando boa parte das obras da Igreja do Pilar estavam prontas, o Santíssimo Sacramento foi preparado para voltar ao seu lugar de origem. Uma grande festa foi preparada: o Triunfo Eucarístico.

Triunfo Eucarístico é o nome de um opúsculo publicado em Lisboa em 1734, por Simão Ferreira Machado. Ele descreve a festa que acontecera um ano antes, em 24 de maio de 1733, em Ouro Preto, e que marcou a inauguração da Matriz do Pilar. Na época, havia ainda a abundância de ouro na cidade e a Igreja viu mais uma oportunidade de se firmar frente à população, com um espetáculo de muito esplendor. Na procissão do Triunfo, junto aos sacerdotes, seguiam os fiéis pertencentes a irmandades da cidade, todos com trajes de gala.

As ruas entre a Igreja do Rosário e a Matriz do Pilar foram cobertas de flores e folhagens, enquanto as janelas das casas receberam sedas e tecidos adamascados, além de adornos de ouro e de prata.

Em 1963, quando Nossa Senhora do Pilar foi escolhida a Padroeira de Ouro Preto, os tapetes voltaram a ser feitos. A população abraçou o ato e os tapetes passaram a ser confeccionados anualmente, na noite do Sábado Santo, para a procissão do Domingo da Ressurreição. Atualmente, eles são feitos de serragem tingida, que é distribuída pela prefeitura de Ouro Preto ao longo do trajeto da Procissão da Ressurreição. Também são utilizados ciprestes, farinha de trigo, pó de café, palha de arroz, couro e cal.

Serviço
Semana Santa em Ouro Preto
De 25 de março a 1º de abril

Principais momentos:
25 de março – Domingo do Encontro: Procissão do Encontro (17h - saída da Igreja das Mercês e Misericórdia e da Igreja das Mercês e Perdões. Encontro na Praça Tiradentes, com sermão, seguido de procissão até a Basílica do Pilar) e abertura dos Passos da Paixão (durante a manhã e a tarde)

29 de março – Quinta-feira Santa: Cerimônia do Lava Pés (20h, no Largo do Rosário, com Sermão do “Mandatum”- do Mandamento Novo e Cerimônia do Lava-Pés)

30 de março – Sexta-feira Santa: Procissão do Enterro (20h30, no Largo do Rosário, com Cerimônia do Descendimento da Cruz, seguida por Procissão do Enterro, em direção à Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões)

31 de março – Sábado Santo: Confecção de tapetes de serragem (a partir das 21h, no trajeto da Procissão da Ressurreição)

1º de abril – Domingo de Páscoa: Procissão da Ressurreição (A partir das 8h, após missa festival na Basílica do Pilar, seguindo o trajeto dos tapetes de serragem)
 

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus