Viagem & Gastronomia

04/12/2017 Viagem de fim de ano pode render milhas para as próximas férias

Muitos brasileiros já aderiram aos programas de fidelidade. Alguns deles, porém, ainda têm dúvidas sobre como aproveitar todas as vantagens deste tipo de programa. Para Roberto Medeiros, presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF), a melhor forma de usufruir da fidelização é estar atento ao consumo cotidiano. "Ninguém precisa gastar mais para acumular pontos/milhas, a dica para o cliente é fazer as compras de sempre, apenas escolhendo estabelecimentos parceiros dos programas dos quais participa", explica.

As viagens de fim de ano, por exemplo, são excelentes oportunidades para seguir esta orientação do especialista. Antes de voar, é importante indicar à companhia aérea que deseja pontuar em seu programa de fidelidade. Para quem vai "pegar a estrada", a dica é abastecer o carro em um posto de combustível que ofereça pontos/milhas. Além disso, a reserva de hotéis, o aluguel de carros, as compras no destino escolhido, o uso do cartão de crédito, tudo isso pode render um bom saldo ao fim do passeio. "É uma forma de o participante já começar a acumular pontos/milhas para a próxima viagem", afirma Medeiros.

Ainda de acordo com a associação, planejamento é a palavra-chave para obter os melhores benefícios. "Começar a pensar hoje no que deseja resgatar no próximo ano", diz Medeiros. Além das passagens aéreas, é possível também utilizar os pontos dos programas de fidelidade para trocar por reservas de hotéis, aluguel de carro, ingressos para parque, malas, roupas e outros itens para a viagem. Hoje, os programas de fidelização já oferecem centenas de alternativas, tanto para o acúmulo quanto para o resgate de produtos e serviços. O ideal é que o participante pesquise, conheça as opções do programa do qual faz parte e não perca oportunidades.

Indicadores de mercado ABEMF

De acordo com dados da ABEMF, foram acumulados só no segundo semestre de 2017 mais de 117 bilhões de pontos/milhas. No mesmo período, os resgates chegaram a 98 bilhões. Os bilhetes aéreos seguem como os mais procurados no momento da troca, seguidos por produtos e serviços. 76% dos pontos/milhas são destinados ao resgate de passagens e 24% para produtos e outros serviços.

São Paulo é o destino nacional mais procurado, seguido por Rio de Janeiro e Brasília. Em viagens internacionais, Miami ocupa o topo do ranking, com Orlando e Buenos Aires despontando na segunda e terceira posições, respectivamente.

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus