Gerais

09/08/2017 Familiares interrompem velório após perceber que corpo estava quente

Uma situação inusitada foi registrada na manhã desta quarta-feira (9), em Santa Helena, no Paraná. Um médico do Pronto Atendimento Municipal foi chamado na Capela Mortuária, pelos familiares de um homem de 44 anos, que estava sendo velado, mas a família acreditava que ele pudesse estar vivo.

O médico mediu os batimentos cardíacos com um oxímetro de dedo (aparelho usado para medir frequência cardíaca) e acionou a ambulância. Imediatamente o homem foi encaminhado ao pronto atendimento, onde foi avaliado por dois médicos. Após nova avaliação o óbito foi confirmado.

Neimar Bonetti de 44 anos era morador de um assentamento em São José das Palmeiras. O enterro está programado para acontecer na tarde desta quarta.

© 2015 Tv Última Notícia . By Mediaplus